Artigo por Juan Pablo García Martínez-SCJ

1119 of 19 items

8. O precursor (Mt 3,1-12)

por

Uma vez revelada, no “Evangelho da infância” (cf. Mt 1–2), a identidade de Jesus e o sentido do seu destino, Mateus retoma o esquema da pregação apostólica, que deslanchava precisamente à beira do rio Jordão, no começo da vida pública do Senhor. Inicia-se assim o primeiro dos cinco livrinhos que, assemelhando-se à Torah…

7. O caminho de Moisés (Mt 2,13-23)

por

Depois de narrar a adoração dos magos, Mateus elabora três brevíssimos relatos teológicos que, por partilharem um mesmo estilo, estrutura e temática, compõem uma unidade literária coerente e coesa: a fuga para o Egito; a matança das crianças de Belém e o retorno a Nazaré…

6. Primícias das Nações (Mt 2,1-12)

por

anto o episódio dos magos quanto o relato da fuga para o Egito deixam totalmente descobertas as raízes judaicas do Primeiro Evangelista. No ambiente judaico – no qual se encontra Mateus – praticava-se um método de leitura das Escrituras que consiste em…

5. Filho de Davi e Filho de Deus (Mt 1,18-25)

por

Com a genealogia (Estudo 4), abre-se o “livro da origem de Jesus”, chamado “Cristo” (no grego) ou “messias” (no hebraico), pois Jesus é, de fato, o ungido de Deus para salvar Israel. Plenamente inserido na história do seu povo, Jesus é filho de Abraão e filho de Davi e, portanto…

4. Livro da origem (Mt 1,1-17)

por

A expressão “Livro da origem” (em grego, “gênese” – v. 1), que introduz o assim chamado “Evangelho da Infância” (cf. Estudo 1), remete ao primeiro livro da Torah ou Pentateuco, conhecido pelo judaísmo da diáspora e pela tradição cristã justamente como “Livro do Gênese”. Neste, a fórmula aparece…

2. O Evangelho de Mateus: conflito

por

O judaísmo que Jesus conheceu não possuía um “rosto” único, mas, ao contrário, estava constituído por uma multiplicidade de facções, “seitas” ou partidos, cada um dos quais oferecia um “rosto” distinto e alegava encarnar o autêntico “ser judeu”. A diversidade – por vezes contraditória e difícil de harmonizar – era…