Artigo por Gustavo Ribeiro

8 Items

29. Com a fé de Jó

por

  Um poema me corrói as entranhas e me vira ao avesso e me dobra, que já é difícil dormir, viver. “Amaldiçoa esta lamúria e morre!” Sei, por isso, como dói ser poeta, “até agora só conhecia por ouvir falar!”  

179. E encontrarão descanso

por

Meu bom Pai, tu que vês os pequenos, dá ao corpo que suplica um pouco de carne. Dá a alma que lateja a delícia de uma reza silenciosa. Dá ao coração cansado a leveza do amor correspondido. Dá aos olhos gastos e chorosos a beleza de ver o amado chegar. Dá ao ouvido quase surdo […]

175.Lonjuras

por

    Cura-me, Senhor, das lonjuras, das distâncias intransponíveis, dos quilômetros ausentes. Livra-me do tempo escasso, da correria que impede abraços, que abarrota agendas, mas não aquece o coração. Dá-me, Senhor, o calor das mãos, o passo ligeiro para o encontro, o abraço apertado na chegada e a infinitude de possibilidades de um dia ver […]

170. Pastor companheiro

por

Pastor de almas calejadas,
conduz-nos às águas;
cura, com teu bálsamo,
nossos corações partidos,
que só anseiam por mais amor.

134. A terceira margem: travessia da covardia à fé

por

Jesus convida seus discípulos para atravessar o lago, porque é preciso ir à outra margem; é preciso deixar a multidão, é necessário o descanso, é mais necessário ainda ir aos outros que estão do outro lado. Mas os discípulos, no meio da travessia, se deparam com a…

68. Mas vinho novo em odres novos!

por

Jesus, o vinho novo, se dá a cada um, mas para que essa experiência seja proveitosa é necessário renovar continuamente os corações e as estruturas, os grupos e as comunidades, as pastorais e os movimentos, no profundo e sempre renovado amor de Deus. Para não continuar a…