Sobre o Contéudo

110 of 36 items

36. Maria, mulher de muitos nomes

por

Maria, a mãe de Jesus, costuma receber uma espécie de “culto” da parte dos católicos. Certamente não é o mesmo culto que se oferece a Jesus, o seu filho. A palavra culto nem é bem empregada nesses casos, mas é o que popularmente se diz. Na verdade, a fé católica não…

35. A comunhão dos santos

por

Nas primeiras comunidades, os cristãos eram chamados de santos. Paulo endereça várias de suas cartas aos santos que moram em Éfeso (Ef 1,1); aos santos que estão em Filipos (Fl 1,1); aos irmãos em Cristo, santos e fiéis que moram em…

34. A veneração aos santos II

por

Como já vimos, os santos são antepassados ilustres da fé (Eclo 44, 1-15): pessoas que viveram o amor ensinado por Jesus. A esses ilustres antepassados a gente venera, ou seja…

33. A veneração aos santos I

por

A fé que temos hoje não foi inventada por nós; foi herdada dos nossos antepassados. Jesus conviveu com os apóstolos, suas primeiras testemunhas. Os apóstolos passaram adiante a experiência de fé que fizeram no…

32. A bíblia na vida da Igreja II

por

A bíblia deve ser lida com muito cuidado. Não basta pegar os textos e sair dizendo que tem que ser assim ou assado porque está na bíblia. Vejamos por meio de exemplos alguns cuidados na hora de lê-la…

31. A bíblia na vida da Igreja I

por

O que chamamos de Bíblia Sagrada é um conjunto de livros, escritos durante um longo tempo. Há diversos tipos de bíblia. Temos a bíblia católica e a bíblia protestante. A bíblia hebraica e a bíblia grega. Mas tomemos como referência o cânon católico…

30. Nossa Igreja é missionária

por

“Como o Pai me enviou, assim eu vos envio”: termina assim o Evangelho de João (Jo 20,21). Com essas palavras, o Ressuscitado encoraja seus discípulos a assumirem sua missão, levando sua boa nova a todo canto. Aquele que viveu anunciando o evangelho vai se tornar o evangelho que os seus seguidores…

29. Nossa Igreja é libertadora

por

Uma onda de conservadorismo invadiu a Igreja. Jovens, antes protagonistas de mudanças, agora insistem em conservar costumes e práticas do passado, como se a vida da Igreja fosse estática, parada no tempo. Falar que a Igreja é libertadora se tornou…

28. Nossa Igreja é comunhão ministerial

por

A palavra comunhão, do grego koinonia, é muito cara à Igreja. Desde os primórdios, a comunidade cristã é descrita como comunhão. Em Atos 2,42 lemos: “Eles eram perseverantes em ouvir o ensinamento dos apóstolos, na comunhão fraterna (koinonia), na fração do pão e nas orações”. E curioso…

27. Nossa Igreja é santa

por

Vai e volta a gente escuta alguém afirmando que a Igreja é santa. O que queremos dizer com essa afirmação? Será que, de fato, é santa uma igreja cuja trajetória povoada de desacertos revela suas fraquezas? Por que, mesmo conhecendo todas essas debilidades, continuamos acreditando que a Igreja é santa?