Literatura

110 of 100 items

93. Santos Armados

Você consegue imaginar São José com uma escopeta na mão jogando fora seu lírio, lutando contra a corrupção?          Você consegue imaginar Maria com uma arma empunhada para vingar a dor de seu Filho e sua alma transpassada?              Consegue imaginar João, O evangelista do amor, armado com um fuzil para vingar sua dor?              Consegue imaginar Pedro, […]

92. O Coiso (Cordel)

Filhote de cruz credo com credo em cruz! Sai pra lá capiroto, Você não é de Jesus! Ensina a violência e não a lógica do amor na cruz. Jura de morte os inimigos, Prefere mais as trevas que a luz. Incentivar o porte de armas, Dar ao jovem uma escopeta? Isso é coisa do muitos-beiços, […]

91. SINA I

por

No canto da Mãe que, baixinho, chorava, A menina cismava… __Mãe, por que meu pai lhe bateu? A mãe, silenciosa, pensava na resposta… E baixinho respondeu: __Por que sempre foi assim, minha fia… Seu bisavô  na  sua bisavó bateu.. Seu avô em sua vó bateu… A vida inteira o home sempre mandou… E nem por […]

90. Gastar palavras

por

das fainas do amor eu já desisti.
não desisti da poesia,
ainda insisto em deixar desprender de mim algum verso.
não escrevo como gostaria
nem quanto gostaria de escrever…

88. Tempo

por

O tempo não passa,
somos nós que passamos…
O tempo não espera,
somos nós que corremos atrás…

84. Dia álgido

por

Um dia álgido,
pouca luz.
Um ou dois goles de café amargo para aquecer a goela,
poesia para o coração…