O tempo não passa,
somos nós que passamos…

O tempo não espera,
somos nós que corremos atrás…

O tempo não repara,
somos nós que cedemos
às nossas teimosias!


Poesia anterior: 87. Cant-ando
Próxima poesia:   89. Prece ao céu nublado
Print Friendly, PDF & Email