Bendito sejais, Deus nosso Pai,

porque, a cada novo dia, nos concedeis a graça de nos refazer.

Bendito sejais, Senhor,

Por aqueles que nos tomam pelas mãos, e nos ajudam a encontrar dentro de nós o que buscávamos fora.

Por aqueles, Senhor, que nos ajudam a ler a vida com outros olhos, com um olhar mais humano, capaz de perceber as fendas e as dores da existência, capaz de penetrar a vida e suas diversas tonalidades que nos falam ao coração.

Por aqueles, Senhor, que nos ajudam a ver beleza nos contornos dos galhos secos dos ipês, que já deixaram cair as folhas e as flores que o ornavam, para se refazerem e voltarem mais inteiriços na primavera.

Ensinai-nos, Senhor,

a sermos menores, a compreendermos que a vida é um sopro preciosíssimo que logo se esvai e que ela deve ser amada com toda reverencia da alma.

“Não deixeis Senhor, inacabada as obras que vossas mãos começaram” (Sl 137,8).

Amém.


Para rezar anterior:    77. Arriscando a amar
Próximo para rezar:     79. Ainda que
Print Friendly, PDF & Email