Uma vez, o olhar.

Um dia, a palavra.

Por muito tempo, a presença.

Pela eternidade, o amor.


Poesia anterior: 75. Começa pela boca
Próxima poesia:     77. Naamã
Print Friendly, PDF & Email