1. Na agonia dessa vida, / Deus, que é meu amigo, / Está sempre comigo.
No medo que me ronda, / Deus, que é meu amigo, / Está sempre comigo.
No sofrimento tão doído, / Deus, que é meu amigo, / Está sempre comigo.
Na solidão de minha cruz, / Deus, que é meu amigo, / Está sempre comigo.

Não estamos mais sós / Não estamos mais sós / Não estamos mais sós.
Deus está com a gente / E a vida segue em frente / Não estamos mais sós.

2. Na fraqueza da doença, / Deus, que é meu amigo, / Está sempre comigo.
Na morte que se achega, / Deus, que é meu amigo, / Está sempre comigo.
No abandono e no vazio, / Deus, que é meu amigo, / Está sempre comigo.
Na minha cruz de cada dia, / Deus, que é meu amigo, / Está sempre comigo.


 Vídeo anterior:    4. Quero ajuntar o meu tesouro   
Próximo vídeo:   6. Eu creio sim
Print Friendly
Print this pageShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someoneShare on Tumblr0