Vivo a procura de um amor,

Não precisa ser perfeito,

Se é amor já me basta.


Poesia anterior:     41. Ventania Noturna
Próxima poesia:     43. Brasil despedaçado
Print Friendly
Print this pageShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someoneShare on Tumblr0