A diferença é uma graça, não um problema. A uniformidade sim é um problema; é medíocre; massifica, empobrece a convivência, gera intolerância e preconceito quando o novo aparece… A diversidade, não: é aberta, acolhedora, simpática, inteligente. Não dá para viver bem sem essa abertura, sem essa disposição para acolher o diferente.


Versículo anterior:  33
Próximo versículo:   35
Print Friendly, PDF & Email