É fácil errar na imagem de nós mesmos. Para evitar equívocos, contamos com a medida do bom senso e da fé, diz Paulo. A medida do bom senso: a vida ensina por mil modos que não somos tão bons quanto pensamos. A medida da fé: a fé cristã ensina que somos frágeis, com possibilidades múltiplas de nos equivocar. Ainda bem que a Palavra de Deus nos serve de espelho: mostra quem somos; nem mais nem menos do que somos. E basta ser o que somos. O resto é adereço inútil.


Versículo anterior:  32
Próximo versículo:  34
Print Friendly, PDF & Email