O amor tem exigências, embora nem todas as exigências se justifiquem no amor. Toda relação implica compromissos, embora nem todas as cobranças caibam em cada relação. O seguimento de Jesus não é diferente. Nele, o encantamento inicial faz toda a diferença, mas precisa amadurecer em convicções e firmeza dos passos. Do contrário, o seguimento pode se tornar um verniz que passamos sobre nossas velhas compreensões e nossos preconceitos. Segui-lo exige deixar-se confrontar por ele – assim como amar exige deixar-se mudar pelo amor. E, por isso, é bom que, de tempos em tempos, não só no começo, a gente se pergunte: estou mesmo disposto? Tenho abertura suficiente? Em que preciso alargar meu coração? Fazer as contas “dos gastos dessa construção” não significa ter tudo de antemão, mas muito mais, estar disposto a deixar-se orientar por ele, buscando-o sempre de novo.


Versículo anterior:      270
Próximo versículo:      272
Print Friendly, PDF & Email