Quando a gente pensa que venceu as tentações, não é que elas estão de volta nos pondo de novo à prova? Foi o que aconteceu com Jesus. Tão humano quanto nós, sacudia a poeira da tentação para logo encontrá-la de novo em outra esquina. Mas não desistiu. Quando tentado a sucumbir diante da cruz, relutou dizendo “Faça-se a sua vontade, Pai!”. E, uma vez por todas, ensinou-nos que a tentação da infidelidade jamais vencerá as tramas bem tecidas do amor fiel.


Versículo anterior:    264
Próximo versículo:    266
Print Friendly, PDF & Email