Senhora,
Mãe dos esmagados pela ganância,
dos esquecidos pelo cinismo
e dos que insistem em permanecer de pé,
mesmo diante da mentira e da covardia,

sustenta em nós a insana esperança
de que a dor não será
a sentença derradeira
sobre nossa história.


Para rezar anterior:    258. Em socorro
Próximo para rezar:     260. Incerta travessia

 

Print Friendly, PDF & Email