Senhor,

como a viúva que,
com confiança e gratidão,
em vossos pés depositou
tudo o que tinha para viver,
eu venho apresentar a vós
tudo que sou e tenho.

Ofereço os meus pés cansados,
feridos pelas pedras do caminho
e sem ânimo de prosseguir,
para que vós possais
me curar as feridas
e me restabelecer o vigor.

Ofereço o meu coração de pedra,
para que façais um coração de carne,
pleno do amor e bondade.

Vos ofereço os meus sonhos
e projetos de construção
de um mundo melhor
no qual todos possam
viver com plenitude.

Vos ofereço os meus medos
e as minhas inseguranças,
para que sejam dissipados
por vossa graça e vossa presença

Vos ofereço a minha fé frágil
e, por vezes, vacilante,
para que seja fortalecida
por meio da vossa palavra de amor.

Senhor,
sei o que tudo que tenho é muito pouco,
e nem sempre tão bom,
mas ainda assim,
venho confiante depositar em vossas mãos,
pois sei que me amais como sou.

Amém.


Para rezar anterior: 236. Bendita esperança
Próximo para rezar: 238. Ser pão
Print Friendly, PDF & Email