Um líder inábil é a ruína de seu povo, seja ele um rei, um presidente ou um chefe de uma tribo. Basta olhar ao redor para vermos se cumprindo a advertência do Eclesiástico: greves, carestia, violência, intolerância religiosa, acúmulo de riquezas… Os pequeninos são desprezados e morrem sem ter seus direitos respeitados; os poderosos são confirmados na usurpação dos bens de todos e permanecem impunes. Se de fato a fé cristã guia nossa vida, já passou da hora de dar um basta a esses abusos. É preciso unir forças para destituir do poder esses falsos pastores, que só querem arrancar a pele das ovelhas.


Versículo anterior:    233
Próximo versículo:  235
Print Friendly, PDF & Email