Ensina-me, irmão Francisco, a ser menor.
Ensina-me a confiar.
Ensina-me, irmão, à nada me apegar para em tudo amar.
Ensina-me, irmão, a ser fecundado pelo evangelho e a deixá-lo como água penetrar o solo seco, 
e ali, onde parecia já não pulsar cores, fazer eclodir a vida.
Ensina-me, irmão Francisco, a ternura da lua, que acalenta e traz brandura.
Ensina-me, irmão, o vigor do sol que radiante ilumina e dissipa as trevas.
Ensina-me, irmão, a ouvir a voz encorajadora do Espírito de Deus,
Ensina-me, irmão, que na fraternidade não há cercas.
Ensina-me, irmão, a ser minoridade.
Ensina-me, irmão, a ser irmão de meus irmãos.
Frei Francisco, teu testemunho me encoraja no seguimento do amor, a caminhar nas pegadas do Mestre.

Para rezar anterior: 231. Mestre Jesus

Próximo para rezar: em breve…
Print Friendly, PDF & Email