Ensina-nos, Senhor,
a contar os nossos dias,
como cantou o salmista.

Ensina-nos que a vida é breve
e que deve ser vivida
com toda garra e paixão.

Ensina-nos que dor e morte,
decepção e ilusão não são as palavras definitivas;
é a vida que prevalece!

Ensina-nos, Senhor,
que o amor torna tudo novo de novo.


Para rezar anterior:        229. Sem Palavras

Próximo para rezar: em breve…
Print Friendly, PDF & Email