Fustiga, Senhor,

Aquele que nega

O que peço,

Mas oferece

O que não interessa.

Castiga, Senhor,

O que cultiva canteiros,

E não partilha o fruto

Com aquele que carece.

Retém para si,

O sabor precioso

E oferece o insosso

Que não tempera o sustento.

Sempre haverá aqueles

Que preferem o não

Ao sim que reparte.


Para rezar:    218. Kyrie Eleison
Próximo para rezar: em breve…
Print Friendly, PDF & Email