Em tempos tão sombrios, onde parece já não haver para onde correr, onde o absurdo cego já tomou conta de todo e qualquer tipo de bom senso, a palavra que faz viver nos encoraja e refazer as forças e a esperança no Senhor. Não é de hoje que o soberanos querem oprimir e segregar a nossa gente sofrida, que labuta para conquistar o mínimo de dignidade. O mesmo Deus que caminhou ao lado dos que nos antecederam na fé caminha ainda hoje conosco. Não percamos as esperanças, refaçamos as forças e vamos à luta.


Versículo anterior: 198. “Mestre, onde moras?” (Jo 1, 38).
Próximo versículo: em breve…
Print Friendly
Print this pageShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someoneShare on Tumblr0