A Terra avança pelo espaço

Guiada invisivelmente pela órbita do Sol.

Equilibra-se entre chegar perto

E manter a segura distância

Do que lhe dá calor e vida.

Chega a ser um tanto melancólico.

Pois é sabido

Que não há caminho mais seguro

Do que orbitar dentro de um abraço.


Poesia anterior:    167. Um grão de esperança
Próxima poesia:    169. Quarentenar
Print Friendly, PDF & Email