A nossa oração não serve para mudar ou convencer a Deus de nossas necessidades. A oração ocupa o lugar onde os limites se tocam: o coração do homem e coração de Deus. É na insistência da oração que conformamos a nossa vida ao evangelho; é na prática da oração que afinamos nossos ouvidos e dilatamos o coração; nela tornamo-nos mais humanos. Quando rezamos, descobrimos que não estamos entregues às nossas próprias forças, mas o Espírito de Deus que habita em nós alenta o nosso viver, reanima nossa esperança, fortalece nossa fraqueza e alivia o nosso cansaço.


Versículo anterior:    163
Próximo versículo:    165
Print Friendly, PDF & Email