Será que temos que viver como se alguém nos vigiasse todas as horas do dia? Como se Deus, lá de onde ele mora, tomasse severamente conta de nossas práticas? Ou se o Mestre ficasse o tempo todo à espera de uma falha, para poder aparecer e nos pegar no erro?

Claro que não! O sentido da palavra “vigiar” é mais fecundo do que nos parece. O convite é para vivemos atentamente, de coração inteiro e passos decididos. É não ter medo de nos doarmos e de nos entregarmos sem reservas.  O negócio é que muitas vezes temos coração e não sentimos; temos ouvidos e não ouvimos; temos olhos e não vemos; temos mãos e não as estendemos; como se vivêssemos imunes ao evangelho. Despertai! Vigiai! Sonolentos, não conseguiremos seguir os passos de Jesus.


Versículo anterior:    153
Próximo versículo:    155
Print Friendly, PDF & Email