Ad-vento,
Ad-ventania:
Leva embora
A tristeza,
Traz de volta
A alegria.
Sopra…
Como mãe sopra
O machucado
E dá beijinho;
É que tem criança
Ainda chorosa,
Sozinha:
Aquela que a gente
Traz dentro.

Ad-vento:
Leva a palha seca,
E vem fazendo o trabalho
Da semeadura invisível,
Da polinização silenciosa,
De uma nova vida
Que anseia por
Florescer.


Poesia anterior:    133. Entremeios
Print Friendly, PDF & Email